sexta-feira, 28 de novembro de 2008

De Como os Óculos Mudaram o Mundo

Estes óculos estão a dar cabo de mim!
Transporto uma lente e tudo o que olho tem de ser focado primeiro.
Vejo o mundo através do vidro. Será que era isso que Pessoa dizia?! Entre mim e a vida há um vidro ténue, transparente. O meu não é ténue e nem sempre é transparente.
Certo é que o mundo mudou para mim...

1 comentário:

Energia disse...

Minha querida Alda entendo perfeitamente o que sentes porque desde os 12 anos que uso óculos, aos 17 tive um dos melhores presentes de anos, umas lentes de contacto...fui tão feliz! Mas infelizmente tive o azar de ser mal acompanhada e as minhas gelatinosas fizeram-me ulcerada e proibiram-me de usar lentes porque descobriram que as minhas palpebras eram alérgicas. Foi horrivel tiraram a chupeta do bébé. Voltar aos óculos cada vez mais pesados porque as diopetrias aumentavam de meses em meses, era muito doloroso. 2 anos depois, contrariada, fui ver um especialista que colocou 1 vidrinho azulado dentro de cada um dos meus olhos. A dor foi insuportável mas a vontade de não usar óculos era imensa! A dor com o tempo foi passando e até hoje uso lentes. Neste momento tenho 13 diopetrias - miopia - e a operação não faz parte dos meus planos nem da dos médicos, não sou menos feliz por isso, é uma rotina como lavar os dentes, desmaquilhar-me...fazer xixi. A única pena que tenho é não poder abrir os olhos de baixo de água...e quando perco uma lente (estas lentes saltam facilmente dos olhos, basta por vezes um espirro), ou quando parto uma lente (porque são de vidro) ou quando entra um pózinho (a dor pode ser horrivel ao ponto de quase desmaiar) tirando estes inconvientes eu sou feliz com o que tenho e com o que vejo :). Beijinhos