sexta-feira, 13 de maio de 2011

Teoria da Conspiração

Nunca me tinha acontecido uma destas e não sei se é costume ou não. Por isso, se alguma vez vos aconteceu, por favor manifestem-se, não vá eu acreditar numa qualquer teoria da conspiração.

Ontem postei aqui um texto sob o título: O Muro das Lamentações - Desporto Nacional. O texto era qualquer coisa como isto que se segue, mais coisa menos coisa que eu às vezes escrevo no word e copio para aqui, outras escrevo aqui directamente e, outras ainda, começo lá e acabo aqui. Penso que foi o caso deste que, se bem me lembro, era um pouco maior do que isto. Aqui vai:


Estou convicta que um dos legados que os Árabes por cá deixaram foi este desporto – o Lamento. Mesmo sem muro, é um desporto apreciado especialmente pelos mais idosos. Consiste em dar relevo ao lado negativo de todas as coisas e depois desenrolar o novelo das desgraças por que passaram, passam e passarão. Não, não inventam, estão agendadas. Por exemplo: dia tantos do tal têm de estar às tantas horas em tal sítio – uma chatice! um transtorno! Ganha quem tiver o novelo maior. E ganha o quê? Compaixão, atenção?, penso que não. Ganha importância. Ganha visibilidade. Confere, perante ele próprio e perante os outros, que é uma pessoa atarefada, como manda a lei. Qual lei, perguntam vocês?, pois não sei. Provavelmente a lei que maldiz o ócio e o descanso, e promove o sacrifício e a penitência. Aquela lei que foi feita por alguns para os outros todos.

 
Ora o texto desapareceu! Mas não foi só o texto! Hoje, quando aqui cheguei, tinha um comentário à espera de moderação. Um comentário que, estou certa, não só aprovei como respondi. Voltei, portanto, a responder! É claro que já não como ontem...
 
Como já disse, não faço ideia se estas coisas costumam acontecer. Comigo é a primeira vez e a sensação é estranha, semelhante, provavelmente, àquela que sentiria se um dia acordasse e tudo se passasse exactamente da mesma forma que no dia anterior...
 
Já agora, e só por curiosidade, ontem à noite dei uma espreitadela no mapa mundo dos visitantes aqui do burgo e dei com uma luz verde lá para os lados do Kuwait. Não deixa de ser curioso...até porque já reparei que o número de visitantes balança consoante o tema ou o título. Textos que se refiram a Bin Laden, por exemplo,trazem centenas de leitores num só dia. Pelos vistos aqueles que falam dos Árabes também... Continuo é sem saber como e porquê parte do que foi feito ontem, e não exactamente à mesma hora, desapareceu.

4 comentários:

Maria_S disse...

Medo.....:)

CF disse...

:) Isto foi do Blogger. Houve mais lamentações por aí... Para além das do nosso muro :):):)

Sputnick disse...

calma, foi só um apagão do sistema :)

Antígona disse...

Pois que já sei :) E pensei até em apagar este post, mas depois desisti e a minha extraordinária imaginação galopou, relacionando o reaparecimento com o protesto e...já ia por aí fora a escrever uma história mirabolante, que também acabei por abandonar pelo exagero. Mesmo assim, gostava de saber por que carga d'água aconteceu ontem tudo o que aconteceu com os computadores deste país - tive amigos meus que se viram às aranhas com problemas de virus, porquê tudo ontem pergunto eu e pronto...já estou a embarcar outra vez!...irra!