quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Laika

Cá em casa decidimos ter um cão. Ou melhor, uma cadela. Terá de ser de porte pequeno e pelo encaracolado para que não nos leve a reboque e possamos adormecer sem pelos espetados nos edredões. Convém que seja adulta. A energia da juventude só serve a quem a sente e por cá há muito que se esfumou, dando lugar à paz e à calmaria. A raça não é importante. Importante é que cumpra com estes requisitos.

No próximo sábado vamos visitar esta menina. Dizem que é desconfiada. Pode ser que em nós confie.


4 comentários:

Helena de Brito disse...

boa sorte para todos.

Antígona disse...

Obrigada Helena :) Vimo-nos amanhã.

Sputnick disse...

Um bocado parecida com a minha pantufa :))))

CF disse...

:) E então? Há novo membro, ou ela não confiou???