quarta-feira, 27 de novembro de 2013

G'anda Malha

Com o computador avariado e uma neta nova redescobri as maravilhas da malha que aos quinze anos me levaram a confecionar praticamente todas as camisolas que vestia.

Quando os meus filhos eram pequenos ainda cheguei a fazer qualquer coisita mas nada que se comparasse à produção dos quinze anos.

Agora, tantos anos depois, ando a descobrir as maravilhas das pequenas peças, aquelas que só um bebé pode vestir e que, depois de prontas, me deixam maravilhada com o que consigo fazer. Talvez seja essa a principal benesse desta minha nova atividade – a constatação de que continuo pronta a aprender qualquer coisa que considere um desafio e se concretize, rapidamente, aos meus olhos.

A minha filha, sempre preocupada com as minhas finanças (como eu a compreendo…) decidiu que seria um desperdício não aproveitar esta minha vontade de mexer nas agulhas e deixar a mente divagar para além das palavras e da intelectualidade que as acompanha, e criou uma página no Facebook para expor e pôr à disposição de quem estiver interessado, as minhas mais recentes obras. Como se isso não bastasse, lá me vai lançando desafios em forma de fotografias e de frases como: Se conseguires fazer isto és a maior, que eu vou superando umas vezes melhor outras pior mas sempre cheia de entusiasmo. Um entusiasmo que há muito não sentia e que muito bem me tem feito. O nome, foi criação do meu genro, rapaz inteligente que gosta tanto de música que todos os nomes saem musicados - G'anda Malha - não sei de quem fizesse melhor.

Assim, desde o final de domingo até agora, a página já vai com mais de 200 gostos e ontem recebi a minha primeira encomenda de dois pares de sapatinhos. O primeiro já está pronto. Aqui vo-lo deixo.




Quanto à página – espreitem-na aqui e, já agora, gostem dela por favor.


5 comentários:

Majo disse...

Que ternura de sapatinhos!

Muito sucesso com os seus miminhos de lã e as maiores felicidades para todos.

Beijinhos

Sputnick disse...

calço o 40... e o Natal está aí... podem ser em azul? :)))))

Antígona disse...

LOL LOL Muito bom meu amigo Sputnick :)

Queres em crochet ou em tricot?

Labirinto de Emoções disse...

A pagina está girissima, gostei muito e convidei um "bando" de amigas a gostarem..:-)

Essa neta vai ficar uma boneca com os miminhos da avó.

Beijinho e continuação de bonitos trabalhos

Jardineiro do Rei disse...

É assim: Roo-me de inveja por seres Avó (com "A" grande, que é cargo e posto de importância na hierarquia familiar...)e bem que queria reaprender a gatinhar e levar a neta (só neta!) às costas, cantar canções de roda e de embalar e fazer figuras tolas. Até já criei um prémio de incentivo à natalidade mas, nada...
E vou espreitar a tua nova página por lá um convincente e categórico "Gosto!".

Um abraço e parabéns à Avó, à neta e aos pais da neta!

Ps: Um dia, li algures: uma criança é a opinião de Deus de que o mundo deve continuar...

Um abraço e um sorriso

João