sexta-feira, 7 de maio de 2010

Resiliência

As palavras são como os casacos – adaptam-se às modas. Se eu utilizar a palavra «resiliência» numa conversa com a minha mãe, ou com qualquer pessoa da idade dela, o mais certo é surgir a pergunta – O que é isso?!

O próprio dicionário começa por definir «resiliência» relativamente aos materiais - «energia potencial acumulada por unidade de volume de uma substância elástica, quando deformada elasticamente» [in Dicionário da Língua Portuguesa, Porto Editora, (2009) p.1381], e só a última designação, a figurativa, se refere ao ser humano. Contudo, hoje em dia, esta palavra tem lutado para tirar do anonimato o seu significado figurativo - «capacidade de defesa e recuperação de uma pessoa perante factores ou condições adversos.» (idem, ibidem). Se isto se deve a um aumento de condições adversas ou a uma maior preocupação em evitar estados de incapacidade mental, não sei. Mas uma coisa é certa, nunca tinha ouvido, ou lido, tanto esta palavra como agora.

Associada ao «stress», ela fecha a porta da nossa transformação em elásticos. Mas, atenção – elásticos capazes de esticar e retornar, quando largados, à sua forma inicial. Para tal, há que saber o limite do elástico e há ainda que ter em atenção a forma como este é largado (não vá embater em algo ou alguém). Assim, estimados terráqueos, desejo-vos uma excelente elasticidade e uma ainda maior resiliência.

1 comentário:

Pedro disse...

Resiliência | s.f - termo utilizado para demonstar arbitrariamente que se entende alguma coisa sem saber muito bem o quê; palavra que inspira frases pirosas como:"capacidade de resiliência é olhar os obstáculos com um sorriso nos lábios" e afins.