quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O Tempo

O tempo nunca falta nem nunca sobra.
O tempo é o que é, e é sempre o mesmo.
O que varia, isso sim, é aquilo que nós fazemos dele.
Isto é verdade. Não tenho dúvidas.
Mas que ele, de vez em quando falta, lá isso falta.
Ou então são as coisas que queremos fazer que sobram.
Provavelmente será isso.
Vai-se a ver e foi isso que aconteceu, hoje sobraram-me coisas...

2 comentários:

Maria disse...

Já não há tempo para o saborear sem fazer nada, a pensar na vida!

Miguel disse...

Muito very good.

M.