sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Sexta-feira 13

So far so good!
Afinal parece que a sexta-feira 13 só é azar para alguns. Para outros pode até mesmo ser um dia de sorte.
Hoje decidi “não deixar os meus créditos por mãos alheias” e vai daí enfrentei o frio da manhã e pespeguei-me à porta de uma escola para entregar folhetos a tudo quanto mexesse. Só tenho pena que tenham sido poucos. Voaram num instante.
De mãos geladinhas, geladinhas, dei comigo a dar uns bons dias cantantes, a distribuir sorrisos e a estender papéis. E não é que fui bem recebida! E não é que recebi sorrisos e mãos estendidas de volta!
Abriu-se aqui um precedente mas, para a próxima, vou de luvas.

5 comentários:

Maria disse...

Sexta-feira é véspera de fim-de-semana e dia 13 é dia de Nª Sraª de Fátima. Pode ser que tenhas mais sorte!

Antígona disse...

:) Nem me lembrei desses pormenores! Só pode ser um dia de sorte :)

JP disse...

Gosto de papéis que não anunciam greves, que não estão em luta e que, por vezes, até nos oferecem coisas úteis, como por exemplo um que tenho colado no frigorífico e que diz:
Reparamos tudo!
Aproxima-se o dia em que lhes vou telefonar.

Maldonado disse...

Nunca acreditei em superstições, tanto que esse dia foi como outro qualquer, sem nada de notável... :)

Miguel disse...

Bom texto, boa atitude, bom prenúncio... mas fiquei sem saber sobre o que eram os folhetos. É verdade, espreita de novo o post do Maître Keval. Tens lá uma surpresa.

Até hoje,
M.