quinta-feira, 23 de abril de 2009

Decisões Vitais

Hoje acordei bem disposta. Daí que tomei uma série de decisões vitais para a minha existência.
A saber:
Nunca mais embater com partes do meu corpo de encontro a uma esquina, seja ela de parede, de porta, de ombreira ou de armário.
Nunca mais deixar que o mel escorra da colher para as bordas do frasco.
Nunca mais ter pesadelos. A partir de hoje vou só sonhar. Pesadelos, out.
Nunca mais escorregar cada vez que entro ou saio da cozinha.
Nunca mais deixar cair molas ou peças de roupa no estendal do vizinho de baixo.
Nunca mais encher a chávena do chá até transbordar.
Nunca mais me esquecer que o chá que transbordou está no pires.
Nunca mais me esquecer que o pires é plano e que o chá é líquido.
Nunca mais esperar que as flores da jarra fiquem completamente desfolhadas para as deitar no lixo.
Nunca mais me sentar durante horas numa cadeira com almofada. É mau para as costas.
Nunca mais devorar sozinha um litro de gelado. Principalmente se fôr de café ou de chocolate. Tiram-me o sono.
Nunca mais ter insónias.
Nunca mais deixar um dedo, ou dois, ou mesmo quatro, do lado contrário da porta ou da janela.
Nunca mais abrir a boca no meio de plátanos que estão a largar coisas que voam e que parecem algodão.
Nunca mais agitar um líquido dentro de uma embalagem sem verificar primeiro se ela está bem fechada.

6 comentários:

Leididi disse...

lollllllllllllllllll
Que trapalhona. Vamos lá ver se consegues iso tudo. A parte dos gelados é fácil, das cacetadas nas ombreiras e mesas, duvido. Até porque não serias a mesma sem nódoas negras :p

R2D2 disse...

Eu diria que, no minimo, é preciso muita habilidade para deixar um, ou dois, ou mesmo quatro dedos(quatro???!!!!) do lado contrário de uma porta ou janela. Mas enfim... já diz o velho ditado: "sempre que se fecha uma porta abre-se uma janela"

P.S. - agora vou só ali inscrever-me como seguidor deste blog e já volto

Antígona disse...

:) Por acaso até me esqueci das gavetas. Não foram uma nem duas as vezes que já me esqueci dos dedos, quase todos, dentro da gaveta lol

Antígona disse...

Fico contente por te ter por cá :) Obrigada

@me@@@ disse...

ha ha... o que eu me ri com este post!!


:-)

ILG disse...

Nunca mais deixar cair a chave do carro numa sarjeta. E sobretudo, nao deixar cair também o telemovel logo a seguir porque queriamos iluminar melhor a sarjeta.

Aconteceu comigo. Podem rir.