sábado, 11 de abril de 2009

Hábitos

Temos o hábito de ir à varanda, na minha família.
Quando morava numa casa deixava-me ficar à porta, à espera que o carro desse a volta e passasse mais uma vez, para voltar a acenar. Agora, tal como os meus pais, vou à varanda.
Quem já cá não mora, ou nunca morou, quem vem de visita, vira sempre o olhar para cima, sorri e responde ao aceno. Depois o automóvel arranca e os braços voltam a acenar.
Quem ainda cá vive não tem esse costume mas, mesmo assim, eu vou à varanda. Não vá ele um dia olhar e não me ver.

2 comentários:

Photo & music disse...

Adorei o conteudo deste blog :)
Um beijinho *

Antígona disse...

Obrigada :)