segunda-feira, 13 de julho de 2009

As alturas difíceis da vida...

...são aquelas em que não gostamos de nós.
Não é o que os outros dizem, pensam ou olham que na verdade nos afecta. O que nos afecta são as nossas culpas, as desilusões que sofremos acerca de nós mesmos, as nossas incapacidades, os nossos erros.
As opiniões alheias são apenas veículos para um novo olhar sobre a nossa imperfeita pessoa. É só nessa medida que essas opiniões, as alheias, contribuem para as alturas difíceis da vida.
Ao longo do tempo vamos estando mais seguros de quem somos e mais descartáveis se tornam as opiniões dos outros. Contudo, há sempre um leque de gente que pelo lugar que ocupa no nosso coração, conta. São as pessoas desse pequeno círculo as únicas que mantêm o poder de nos derrubar, ainda que temporariamente. As únicas capazes de nos fazer chorar.
Ter a noção que cada um de nós pertence a um qualquer pequeno círculo, é ter a consciência do nosso poder sobre cada uma das pessoas desse mesmo círculo. É com essas que devemos ser mais cuidadosos porque são elas as mais frágeis. No entanto são também as únicas com quem faz sentido zangarmo-nos, disparatarmos, despejarmos a nossa ira. Este é um dos antagonismos da vida e é, muitas vezes, aquele que mais nos faz sofrer.

3 comentários:

moi chéri disse...

"És para sempre responsável por quem cativares."

anabela moreira garrido disse...

Olha que a vida já tem muitos contratempos e não vale a pena deixarmo-nos ir abaixo por opiniões mesmo dos mais queridos e próximos. Nem sempre são eles que nos conhecem melhor.

Rapunzel disse...

Verdade! São as pessoas de quem mais gostamos que nos fazem sofrer mais...e vice-versa.